Há três coisas que devem ser evitadas na vida: inimigos, ódio e bondade.

Procuro evitar os três, mas ainda não existe a fórmula da perfeição. 

Por isso vagueio por aí, entre o bem e o mal.

 

início | petit papillon | reflexões | poemas | stórias | curiosidades

14 de Junho de 2009

Original aqui

C'est une fête de papillons pour remerci à la belle Treza!! 

 

Simplesmente há dias em que acordamos, pensamos no que havemos de fazer para aproveitar o dia lindo lá fora, paramos meia hora no sofá da sala a pensar em nada, mas sempre a pensar.  
 
Mandamos sms, é domingo, não pretendemos ser inoportunos e acordar aqueles que encontram na cama um bom aliado do descanso. Ninguém responde. Queremos sair, ir apanhar o sol lá fora antes que fique insuportável. Ups!! Não encontramos a chave da porta de casa, uma casa que não nos pertence, não sabemos onde encontrar a chave de emergência, começamos a protestar e a pensar como é possível não encontrar uma chave que só fez um curto trajecto. Que azar!!!
 
Três bips em dois telemóveis diferentes (a modernidade tem dessas coisas), pensamos que alguém bem longe está a pensar em nós, sorrimos, respondemos ao sms e, de repente mais um, escapou-me qualquer coisa… tão introvertidos que estamos na desgraça de não encontrar a bendita chave que não não interpretamos bem a mensagem, tiveram de nos esclarecer.  
Boa, já que não tenho chave vou a net e… fico pasma a ver que alguém não só se lembrou de mim a milhas de distância mas também se deu ao trabalho de me oferecer este lindo presente enquanto andava eu a rabujar.
 
Enfim, esta estória não serve de nada a não ser para mostrar o quanto gostei da nova cara do meu petit papillon, e como é bom amanhecer com as borboletas 

 

vôo de Hildmel às 11:09

12 de Agosto de 2008

Nascer, um processo tão simples e complexo ao mesmo tempo, mas sempre por alguma razão. Pode ser o resultado de um desejo, um objectivo alcançado, um equívoco, um acidente, uma precipitação, a procura da perfeição, a vontade de alcançar o outro lado... não importa, o que interessa mesmo é que se nasce!

 

E, assim, no deambular da noite, entre uma taça de martini e boas companhias nasceu este blog, nem tanto por acidente mas sem nenhum objectivo específico, sem pretensões de complexidade e a procura da imperfeição das pequenas coisas.

 

Nasci, no dia 19 de Junho de 2008 e gosto de ter amigos ao invés de inimigos, passo ao lado do ódio na minha vida e não gosto das pessoas excessivamente bondosas. Sem querer contrariar os mais sábios acredito que as pessoas justas são mais felizes, menos excessivas.

 

A virtude, naquilo que me é permitido afirmar, está, já dizem muitos, na capacidade de tratar o igual de forma igual e o desigual de forma desigual... Sendo assim e, de maneira desajeitada, digo que este é o blog que procura o equilibrio vagueando por todas as formas de excesso que existem. Espero ser útil para alguma coisa.

vôo de Hildmel às 17:48

18 de Junho de 2008

Un joli papillon
Comme tous les papillons!

Passait ses matinées
A voltiger.
Voilà qu'un beau matin
Dans un petit jardin
Il s'posa sur une fleur
De rare couleur.
Offusqué mais séduit
Le joli papillon
Y resta toute ma nuit
Mais ce ne fut pas long
Car dans le voisinage
D'autres fleurs attiraient
Notre ami qui fut sage
Au début, mais après..
Se posant, pas bien loin
Sur d'autres fleurs du jardin,
Papillon oubliait
Cette fleur qu'il aimait.
Quand arriva midi,
Il revint et, surpris,
Trouva la fleur fanée
Et se mit à pleurer.
Le joli papillon
En perdant la raison
Se laissa attraper
Et puis tuer!
Cette histoire et d'amour
Et durera toujours
Pour tous les amoureux pas très sérieux.

 

Quando as pessoas nos conhecem um pouco fazem este tipo de ofertas, merci beaucoup

 

vôo de Hildmel às 22:07

Hora de nha terra
Petit Papillon
pesquisar
 
vôs antigos
blogs SAPO